Três templos em Kyoto

Depois de um ano morando no Japão, finalmente fui a Kyoto. Um fim de semana na cidade é muito pouco, mas consegui visitar três templos fabulosos e vi duas gueixas andando com passinhos apressados em Gyon, no centro histórico. Elas são atração até para as japonesas vestidas de kimono.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Fundado em 1164 e reconstruído em 1266 após um incêndio, o Sanjusangen-do está de pé desde então. A imensa estrutura de madeira que fica no centro do complexo protege 1001 estátuas de Buda feitas em Cipreste japonês e pintadas de dourado. 1000 estão de pé e no centro está uma enorme, na posição sentada. Impressionantes e assustadoras esculturas de 28 divindades têm a função de guardiões da figura central.  A energia concentrada no lugar é arrebatadora. Consegui meditar de pé, como os 1000 budas à minha frente, e estava com um grupo de 7 pessoas, além das dezenas de visitantes que circulavam por ali. É proibido tirar fotos lá dentro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O templo Zen-budista Kinkaku-ji, conhecido como Pavilhão Dourado, está na beira de um lago e coberto com uma película de ouro.

IMG_3709

 

O jardim que mais me encantou foi o que cerca o Ginkaku-ji, outro templo Zen fundado em 1482. Uma combinação harmoniosa e encantadora de esculturas de areia, córregos e pequenas pontes convive perfeitamente com as árvores e arbustos meticulosamente podados, tão característicos desse país. O Ginkakuji é chamado de Pavilhão Prateado, mas não é coberto de prata.

Este slideshow necessita de JavaScript.