Educação

Tentando entender o Minecraft…

Meu filho de 10 anos vive em um mundo completamente diferente do meu e, como já escrevi aqui no blog em A educação para o século 21, considero que educar crianças dessa geração é um desafio imenso. Um dos maiores interesses do Felipe é o Minecraft. E eu, aos poucos, tento enxergar o que está acontecendo do outro lado da tela…

No meu humilde entendimento, limitado pelo choque geracional, o Minecraft é um mundo virtual teoricamente infinito, composto por blocos que podem ser quebrados e remontados. Os jogadores usam picaretas para “minerar”, procurando as matérias primas que permitem que se construa o que quiserem. Não há vencedores ou perdedores, só exploradores. No modo sobrevivência, os Creepers são a ameaça. Meu conhecimento sobre o assunto fica por aqui, por isso pedi a ajuda do Felipe. Ele explica um pouco de suas criações:

“Essa é uma fazenda onde crio as galinhas, que são minha comida, e planto trigo para fazer pão.  Tem uma fonte de água infinita e a minha casa que é debaixo da terra. A entrada é aquela construção de madeira”.

Captura de Tela 2014-03-18 às 19.52.42

“Isso é a minha mansão com uma loja de compras em cima e uma piscina coberta. O mundo também tem várias ‘pixel arts’, que são esculturas feitas de blocos, como o sabre de luz e o cogumelo com várias rosas em cima. Tem também uma fazenda de cavalos e um parkour que vai até o rio.”

Captura de Tela 2014-03-18 às 19.54.30

“Essa é uma casa normal no Minecraft. Tem um baú para guardar coisas que você não vai usar, tem uma fornalha para esquentar comida e minérios, tem uma bancada de trabalho para eu fazer novos blocos e mais duas coisas extras: uma bigorna e uma jukebox. E uma cama para dormir.”

Captura de Tela 2014-03-18 às 19.59.36

“Isso é o meu mundo de ‘redstone’, que é a energia do Minecraft. Você vai precisar de redstone para fazer o trilho de um trem funcionar ou então a luz da sua casa acender.”

Captura de Tela 2014-03-18 às 20.00.55

“Se você for profissional, pode mexer com blocos de comando, que são coisas que fazem você se teleportar ou até criar uma versão 3D do Mário Bros! Um exemplo de comando é:

Captura de Tela 2014-03-18 às 20.25.34

Agora voltando ao relato da mamãe:

O que eu sei é que o jogo estimula demais a criatividade e é bem interessante. Consigo entender porque faz tanto sucesso.

Assisti a uma palestra de um professor de línguas que usa o Minecraft como ferramenta de ensino.  E esse é o caminho que a escola do meu filho tenta trilhar, porque não tem como evitar que as crianças de hoje estejam imersas na tecnologia.

Os computadores e tablete são muito utilizados na Tokyo International School. Ao mesmo tempo, de todas as escolas que já conheci na vida, essa é a que mais valoriza o livro. As crianças de lá leem muito, contam com um biblioteca maravilhosa, participam de concursos de leitura e adoram o bibliotecário John. Essa é a prova de que a Internet, o Minecraft, os tablets e as redes sociais não precisam substituir a leitura. Percebendo isso, nós pais de outra geração podemos tentar um pouco parar de lutar contra o que é o mundo dos nossos filhos, porque esse mundo não exclui os valores fundamentais que queremos passar para eles. Dá para ler e minerar…

5 replies »

  1. Perfeito Taiga! Penso da mesma forma.
    A falta dessa percepção tem me incomodado na escola .Ja li que em São Paulo ,há várias escolas aproveitando o Minecraft em projetos pedagógicos. Inclusive há programas específicos para serem usados na escola.

    Gostar

Pode comentar!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s