O aeroporto

Ai que vergonha do Galeão…

Esperei conhecer um aeroporto realmente sensacional para escrever esse post. Aqui na Ásia, já passei por Narita (Japão) e por Suvarnabhumi (Tailândia) – os dois excelentes. Mas o da Coreia do Sul merece um lugar de honra no blog.

Primeiro queria fazer uma observação. Tanto Tóquio quanto Seul têm o seu mega aeroporto longe da cidade. No caso de Tóquio, 1 hora de viagem. Em Seul, 45 a 50 minutos. Dá para ir de trem, metrô, ônibus ou carro, é claro. Não é possível construir um empreendimento desses em uma área residencial. Muitas grandes cidades asiáticas contam também com um aeroporto menor e mais perto (Haneda, no caso de Tóquio). Mas a maioria esmagadora dos passageiros tem que amargar a “viagem” até o aeroporto que dá conta de grande parte dos voos, principalmente os internacionais.

O aeroporto de Incheon, na Coreia do Sul, só deixou de ser o melhor do mundo este ano, perdendo para o de Cingapura, depois de honrar o título de 2005 a 2012.

Estamos falando de um país mínimo se comparado ao Brasil. Me dei ao trabalho de pesquisar no site deles e contar quantas companhias aéreas operam no Incheon: 87! E eles ainda estão em expansão…

O saguão dos check-ins é imenso.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O aeroporto oferece muito mais do que qualquer passageiro possa precisar. Tudo lindo, limpíssimo e com um atendimento à prova de críticas. E não se preocupam só com a eficiência dos serviços, mas em tornar a experiência muitas vezes estressante de quem está viajando a mais confortável possível.

Tem parquinho para as crianças, cadeiras reclináveis para tirar um cochilo, lojas e mais lojas.

A cereja do bolo? Um palco para shows. Quando chegamos lá, uma dupla de cantores de ópera se apresentava (não consegui filmar…)

Este slideshow necessita de JavaScript.