Um bibliotecário, o poder dos livros e a arte de escutar

IMG_1039

Uma campanha para eleger a figura mais popular da escola dos meus filhos daria John Kolosowski na cabeça. Sua função: bibliotecário.

Fiz uma entrevista com ele para publicar no blog, e me chamou atenção que ele usou muito mais o verbo “escutar” do que “ler” em seu depoimento. Isso se soma ao que escrevi no post anterior, sobre a importância de criarmos leitores que entendam e saibam explicar o que leram.

“A arte de encorajar estudantes a ler e recontar as histórias vem da nossa capacidade de escutá-los ativamente. Os alunos amam contar para os outros as histórias que leram, e eles sabem se você os está escutando de verdade ou não. Fazer as perguntas apropriadas no momento certo é muito importante. Escutar o que cada criança tem a dizer leva tempo, mas vale a pena. Se eles sabem que as estamos escutando, que estamos interessados e que vamos continuar escutando, eles vão também persistir na leitura, querendo sempre voltar a nós com mais histórias”.

John se formou em Educação na Universidade Católica da Austrália e foi professor primário por 10 anos. Se apaixonou pelo poder que os livros podem ter sobre as crianças e mudou a direção da carreira, fazendo Mestrado em Biblioteca e Literatura Infantil. Depois de 15 anos no Japão, vai se mudar no meio do ano. Outra biblioteca de escola terá o privilégio de aplicar suas ideias e com certeza muitos outros pequenos leitores apaixonados surgirão.

Aproveito para mostrar a vocês mais um pouco do trabalho genial desse bibliotecário. Como acontece com tudo que escrevo aqui no blog, sempre com a esperança de ter alguma influência positiva em meu Brasil…

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os pais são convidados a participar da biblioteca, adotando uma prateleira. Passo lá uma vez por semana para colocar em ordem os livros da minha:

IMG_1024

Fotos dos alunos com frases em sua língua natal e até da diretora promovendo um livro ajudam a enfeitar o espaço. E tem também um cartaz com diversas traduções da palavrinha mágica:

IMG_1037

Encerro o post com mais uma frase de John Kolosowski:

“Ler é um remédio, uma cura e uma ferramenta para fazer do mundo um lugar melhor”.