Miscelânea

Ventarolas

Inspirada pelos últimos acontecimentos políticos no meu Brasil, resolvi lembrar por aqui 4 escândalos japoneses.

Em 2013, o governador de Tóquio deixou o cargo por ter recebido, durante a campanha eleitoral, um empréstimo de uma rede de hospitais. Ao anunciar sua renúncia, disse que não queria prejudicar o governo ou atrasar as preparações para os Jogos Olímpicos de 2020 (7 anos depois!). Se declarou muito decepcionado por não ter conseguido esclarecer as dúvidas a seu respeito, e que isso aconteceu por causa de sua “falta de virtude”.

Ano passado, duas ministras do governo Abe renunciaram simultaneamente, por violação da lei que regula as
campanhas eleitorais. A ministra das finanças, Midori Matsushima, distribuiu para eleitores ventarolas de papel durante um festival de verão.

n-uchiwa-a-20141018-870x1139

Dar presentes para eleitores é proibido aqui, mesmo que seja tão baratinho quanto esse. Matsushima até questionou a acusação, mas decidiu renunciar porque não queria causar um atraso nas votações do Congresso ao impor aos deputados um trabalho extra.

A ministra da indústria, Yuko Obuchi, também foi acusada de violar a lei eleitoral porque apoiadores de sua campanha organizaram uma viagem a Tóquio para um grupo de potenciais eleitores, com direito a um show de um cantor popular. Ao renunciar, Obuchi declarou que era sua responsabilidade moral monitorar o dinheiro gasto por seus apoiadores de campanha.

Observaram que nos dois primeiros casos, as renúncias foram justificadas porque os políticos não queriam tomar tempo do governo? Esperar a tramitação de um processo de cassação é gastar dinheiro público e ocupar a máquina pública em benefício da carreira de um indivíduo. Como já disse várias vezes aqui no blog, no Japão o bem coletivo está acima dos interesses individuais.

Um outro escândalo gerou um vídeo que virou sensação na internet. O deputado Ryutaro Nonomura “chorou” de forma desesperada na coletiva de imprensa quando tentava explicar o uso de dinheiro do contribuinte em viagens particulares.  Vale assistir para dar umas risadas…

 

Categorias:Miscelânea

1 reply »

  1. Esse exemplo de respeito deveria ser seguido pelos brasileiros, não só os políticos, mas também por pessoas que gostam te ter vantagem em tudo, sem se importarem com ética, com a ofensa ao próximo, enfim, aquelas que menção assim, pirão pouco o meu primeiro e muito mais.

    Gostar

Pode comentar!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s